Home / notícias / Em Audiência Pública, na ALMG, SISIPSEMG cobra solução imediata para os problemas enfrentados pelo IPSEMG  

Em Audiência Pública, na ALMG, SISIPSEMG cobra solução imediata para os problemas enfrentados pelo IPSEMG  

A falta de valorização dos servidores da casa e a demora na implementação das propostas do fórum técnico também foram duramente criticadas pelo Sindicato na ocasião

  IMG_4961  IMG_4917

Nessa quarta-feira (21/6), a diretoria do SISIPSEMG participou da Audiência Pública, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, que discutiu a situação precária do atendimento do IPSEMG em Uberlândia. Mesmo com a cobrança constante do Sindicato, o problema já vem se arrastando há anos no município, sem solução, prejudicando servidores e os usuários da região.

A reunião, requerida pelo deputado Rogério Correia e realizada pela Comissão de Administração Pública, contou com a presença de servidores, representantes de entidades sindicais, do presidente do IPSEMG, Hugo Vocurca Teixeira, e do promotor de Justiça da 3ª Promotoria de Justiça da Comarca de Uberlândia, Fernando Rodrigues Martins.

Único representante dos hospitais do município presente na ocasião, o diretor-presidente do Hospital Santa Catarina de Uberlândia, Placidino Stábile de Oliveira, informou que tem tomado diversas ações para retomar os atendimentos. De acordo com o responsável pelo hospital, após a análise das pendências jurídicas, técnicas e financeiras, foi encaminhado à Justiça um pedido de recuperação judicial, concedido pela 9ª vara cível da cidade no último dia 14. Segundo ele, o hospital tem o prazo de 60 dias para apresentar um plano de recuperação. “Faremos obras de adequação, e vamos retomar o atendimento, inclusive pelo IPSEMG”, afirmou.

A diretora do SISIPSEMG, Tieta, iniciou a fala na Audiência cobrando a devolução do dinheiro retirado de forma indevida do fundo de previdência do Instituto e a implementação imediata das propostas aprovadas no fórum técnico. Tieta criticou também a ausência dos representantes dos hospitais de Uberlândia na reunião, considerando um desrespeito com os servidores. A nomeação recente, sem necessidade, para o cargo de vice-presidente do IPSEMG e os demais cargos ocupados por pessoas que não possuem conhecimento técnico sobre a Instituição, foram outros pontos duramente criticados pela diretora. “Nós temos servidores competentes dentro do IPSEMG, não precisamos importar, é preciso valorizar os servidores da casa. A valorização do servidor começa com o fim dos cargos políticos no lugar dos servidores do Instituto”, ressaltou. Além disso, Tieta reforçou que é de extrema importância solucionar os problemas enfrentados em Uberlândia, mas que não podemos esquecer todas as outras demandas urgentes dos servidores do IPSEMG em todo o estado, inclusive na capital.

A presidente do SISIPSEMG, Maria Abadia de Souza, lembrou também que o governador Fernando Pimentel assumiu o compromisso de reestruturar o IPSEMG, mas que até o momento nada foi feito.

Durante a Audiência, o deputado Rogério Correia apresentou o requerimento para que seja encaminhada à Câmara Municipal de Uberlândia um pedido para o uso da casa em uma reunião, com a presença do Ministério Público, para discutir amplamente a situação in loco. Segundo o deputado, a ideia do requerimento é fazer uma reunião com os proprietários dos hospitais e os representantes dos servidores para tentar um acordo sobre a tabela de pagamentos.

Veja também

IMG_3035

SISIPSEMG reúne com Diretoria de Saúde e servidores do CME 

Buscando atuar sempre na defesa dos direitos de toda a categoria, a diretoria do SISIPSEMG ...