Home / notícias / Absurdo! Sem diálogo com as categorias, governo do Estado segue penalizando os servidores

Absurdo! Sem diálogo com as categorias, governo do Estado segue penalizando os servidores

Mesmo sem conceder qualquer tipo reajuste ou benefício aos servidores, o governo de Minas segue promovendo a retirada de direitos do funcionalismo público. Desta vez, os servidores serão, novamente, prejudicados com a decisão do Comitê de Orçamento e Finanças, que estabeleceu novos critérios para a concessão do auxílio transporte, a partir de 1º de janeiro de 2021.

De acordo com a Circular divulgada pelo Órgão, o auxílio deverá ser custeado por todos os servidores que receberem o benefício, com a cobrança no valor de 6% do vencimento básico. Além disso, o auxílio será limitado a duas passagens diárias, na proporção dos dias trabalhados, conforme o registro de frequência do servidor.

Ainda conforme o documento, fica facultado aos órgãos a concessão do auxílio transporte em pecúnia (taxação em folha) ou por meio de cartão ou bilhete público. O mais provável é que o Instituto irá fornecer o auxílio transporte em espécie.

O SISIPSEMG repudia totalmente essa política absurda adotada pelo governo do Estado que segue retirando direitos dos servidores e tomando decisões extremamente prejudiciais aos trabalhadores sem qualquer discussão com as categorias.

Veja também

Foto: Daniel Protzner/ALMG

Projeto que trata de contratos temporários avança na ALMG

O Projeto de Lei (PL) 2.150/20, que estabelece normas para contratação temporária de pessoal pelo ...