Home / notícias / Trabalhadores da Cidade Administrativa sofrem com falta de estrutura

Trabalhadores da Cidade Administrativa sofrem com falta de estrutura

Até quando os nossos servidores terão que passar por situações tão complicadas para trabalhar? Não bastasse a falta de aumento salarial e as péssimas condições de trabalho, os servidores também precisam lidar constantemente com diversas situações que dificultam ainda mais o dia a dia de todos.
Em mais um ato de desrespeito do Estado, agora os servidores que trabalham na Cidade Administrativa, sede do governo de Minas, têm enfrentado dificuldades até mesmo no momento de almoçar.
Segundo relato dos trabalhadores, o problema teve início com o fechamento, no mês de fevereiro, das duas unidades do restaurante que oferecia os menores preços de refeição no local. Com isso, a maioria dos funcionários tiveram que começar a  levar a marmita de casa.
Mas a dificuldade não para por aí, aqueles que levam o almoço de casa precisam enfrentar filas enormes para conseguir esquentar a refeição, devido ao número grande de pessoas que necessitam usar os poucos microondas disponíveis no local.
A situação se torna ainda mais crítica devido aos altos preços encontrados nos demais restaurantes e a dificuldade de acesso dos trabalhadores a outros locais, já que a sede do governo fica em uma área distante da cidade.
O SISIPSEMG continua lutando contra as arbitrariedades de um governo que se mostra cada vez mais omisso com as necessidades dos seus servidores. Não é justo que os trabalhadores sejam mais uma vez castigados pela falta de estrutura da Cidade Administrativa.

Veja também

Sem título

23/10: ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA